Pega no livro

Clubes de leitura da Galiza com algum livro em português


Encontro com o Ondjaki

Esta quinta-feira, dia 2, está em Compostela o escritor angolano Ondjaki.

A AGAL e a Rede de Bibliotecas de Galicia organizam um encontro com ele na Biblioteca Ánxel Casal. Para falar da sua obra, da Angola e da nossa língua.

Não percam! É uma boa oportunidade para descobrir a África, a sua literatura e conversar com um dos seus escritores.

Anúncios


Ler em português

Pega no livro propõe-se naturalizar a leitura em português na Galiza. Pedimos aos clubes membros da rede a leitura de uma obra em português por ano. O conto brasileiro contemporâneo foi o título escolhido para o 2012.

Os galegos lemos em português sem grande esforço. Poucos, porém, desfrutamos hoje em dia desta grande vantagem cultural, dada a escassa difusão dos livros escritos em português nas bibliotecas e livrarias da Galiza.

A leitura em português:

Abeira-nos das literaturas e culturas de outros povos lusófonos: portugueses, brasileiros, africanos de países com o português como língua oficial, timorenses, goenses, macaenses, comunidades de emigrantes espalhadas polo mundo. Também nos permite conhecer a obra de autores galegos e galegas que escolheram escrever o seu galego com a ortografia internacional do português: Raquel Miragaia, Séchu Sende, Carlos Quiroga, etc.

Alarga os horizontes da leitura em galego, ao permitir o acesso a um mundo editorial mui amplo, com títulos de todos os géneros imagináveis: banda desenhada, autoajuda, manuais técnicos, etc. Muitos galego-falantes habituais recorrem sistematicamente ao castelhano na leitura, ou somente leem em galego quando são obrigados na escola. Ao mostrar que o galego também nos abre as portas do português, damos folgos à confiança dos falantes na própria língua.

Afiança a riqueza do próprio galego que falamos e escrevemos. A familiaridade com o português aprecia-se na escrita de muitos dos grandes vultos da literatura galega: Castelão, Otero Pedraio, Mendes Ferrim, etc. A fim de contas, o português é o filho do galego que migrou a Portugal e ao Brasil, onde a língua gozou de um prestígio e uma normalidade que não tivo na própria Galiza.

Alevanta o desejo de aprender a própria língua portuguesa, contribuindo assim para a capacitação profissional. O português é cada vez mais útil enquanto língua de trabalho, dada a importância económica do Brasil e a a proximidade de Portugal. Em muitos casos, a leitura é a faísca que prende o lume de uma paixão duradoura e frutífera.

Pega no livro promove também a leitura noutras línguas, pois quantas mais conheçamos, melhor.

Algumas pessoas relacionam o amor pola língua com o isolamento e a vontade de olhar somente para o próprio. Nós, ao contrário, entendemos que sem cuidado pola raiz não pode haver crescimento nem abertura. A dignificação da língua própria predispõe-nos a abraçar também as dos outros.

O nosso blogue convida a falar de livros escritos em qualquer língua, usando a nossa própria como veicular, em qualquer uma das suas ortografias. Também fornecemos no guia ligações para páginas web com recursos noutros idiomas.